PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

sábado, 10 de maio de 2014

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTIU A EDUCAÇÃO DE FLORESTA AZUL


Texto e fotos: Ascom Floresta Azul | Educação

Aconteceu no Auditório Municipal, na tarde de terça-feira (06), uma audiência pública promovida pela Secretaria da Educação. Na oportunidade foi debatido a situação da educação na rede pública de Floresta Azul. Professores, estudantes, profissionais da educação, funcionários públicos, sindicalistas e autoridades estiveram presentes. 




O encontro tratou mais especificamente da implantação do plano de cargos e salários da categoria, que esbarra na questão do financiamento, que é insuficiente para atender a todas as despesas.
A secretária Sayonara Leão abriu os trabalhos com uma ampla exposição das ações, enumerando os principais problemas que afligem a gestão, apresentou as conquistas alcançadas ao longo dos últimos cinco anos e reafirmou o compromisso de continuar trabalhando para aperfeiçoar a educação local.




A convite da prefeita Dra. Sandra Cardoso, o contador e consultor da prefeitura, Juscelino Costa, apresentou no telão o fluxo de caixa do FUNDEB com as receitas e despesas, para que todos tivessem acesso aos números e às informações de maneira ampla e transparente.




A prefeita, por sua vez, disse que convocou a audiência pública com o propósito de aprofundar a discussão com a categoria e com a sociedade.




“O compromisso com a educação em nosso governo começou desde o meu primeiro dia de trabalho: Quando assumi a prefeitura, treze escolas estavam com o ano letivo perdido, pois o ex-prefeito havia abandonado a educação. Fizemos um plano emergencial, trabalhamos com afinco e evitamos que centenas de estudantes perdessem o ano”, lembrou a gestora.



A prefeita conclamou aos professores e em particular aos membros da APLB de Salvador, Suely Maria de Souza e Ruthe de Almeida Menezes, que se fizeram presente na audiência, para que se unam à prefeitura e juntos pressionem o Congresso Nacional e a Presidenta Dilma. “A solução dos problemas de financiamento da educação estão em Brasília, nas mãos dos Deputados, dos Senadores e da Presidente da República”.

A prefeita disse ainda que não tem medido esforços para atender a categoria.

“Implantamos o piso, concedemos o reajuste salarial em janeiro, pagamos o terço férias, mantemos os salários em dia, investimos na formação continuada, melhoramos as escolas e os equipamentos. Em suma, temos feito tudo que está ao nosso alcance”. 




Com a abertura do debate, a presidente do núcleo da APLB local, professora Amiralda, fez uso da palavra expondo o ponto de vista sob a ótica do sindicato.

O vice-prefeito Jaconias Gusmão prestigiou a audiência pública, assim como os vereadores Jorginho, Gerônimo e Ednaldo. O Procurador Jurídico do município, Dr. Paulo Jorge, também se fez presente e fez uso da palavra, ratificando o compromisso da gestão e as dificuldades de implantação do plano de cargos e salários pela ausência de recursos financeiros. Jaconias discorreu ainda sobre os aspectos técnicos jurídicos que envolvem a questão.




Ao final dos trabalhos foi formada uma comissão com o propósito de discutir de forma pontual a implantação do plano de cargos e salários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

faça comentários, críticas, elogios e/ou sugestões. Este site não publica ofensas

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE