PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

sábado, 30 de janeiro de 2016

PREFEITOS E SECRETÁRIOS AVALIAM O CENÁRIO SULBAIANO APÓS O ANÚNCIO DO PISO SALARIAL DE PROFESSORES

Texto e foto: Amurc

Diante do reajuste aprovado pelo Ministério da Educação, de 11,36% para os professores da Educação Básica em 2016, prefeitos e secretários de educação associados ao Fórum de Secretários de Educação – Forsec da Amurc, estiveram reunidos nesta quarta-feira, 27, na Unime – Itabuna no intuito de avaliar e ajustar o aumento, de acordo com a realidade de cada município.



De acordo com o presidente da Amurc, Lenildo Santana, a maioria dos municípios já paga o Piso Salarial dos Professores. A grande preocupação é com os quadros de professores dos municípios que estão em níveis avançados no Plano de Cargos e Salários. “O professor que está no Piso e avança para o nível 2, ele quer um salário diferenciado e muitos planos estabelecem o pagamento linear, ou seja, aquilo que for dado de reajuste no nível 1, deverá ser feito no nível 2 e no nível 3”, explicou.

Nesse sentido, Lenildo chamou a atenção para que os gestores observem na linha futura do tempo, a capacidade do seu município em pagar o reajuste, tendo em vista o atual momento econômico, no qual os valores de alíquota de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e outras receitas vêm fazendo uma curva inversa, ou seja, enquanto aumenta despesas, diminui receitas, portanto, a conta não fecha.

A preocupação foi compartilhada com os gestores de educação dos municípios, que segundo a presidente do Forsec e secretária de Educação de Itabuna, Dinalva Melo, serão tomadas decisões com mais transparência, visando a melhoria da educação e a valorização dos professores. “Saímos com deliberações que nós fazem mais confortáveis nas tomadas de decisões, tanto do ponto de vista financeiro, político, mas, especialmente da dimensão que representa a educação em cada município e o papel que precisa ter”, destacou.

A proposta firmada durante o encontro foi de que todos os municípios irão reunir com os professores e sindicatos em uma “Mesa de Negociação”, com o objetivo de discutir o reajuste fundamentado nas informações prestadas pelas partes, respaldada pelas legislações afins, a exemplo da Lei de Responsabilidade Fiscal. “A participação da sociedade é muito importante, pois será construído um debate de forma ampla, com a participação dos diversos atores que são impactados, direta e/ou indiretamente com as decisões tomadas”, concluiu Lenildo.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

SECRETARIA DE SAÚDE MANTÉM AÇÕES DE COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul

A Secretaria Municipal de Saúde de Floresta Azul está em constante alerta contra a dengue. O setor de vigilância em saúde, através dos Agentes de Combates a Endemias (ACE) têm realizado visitas às residências e pontos estratégicos, como cemitério, floriculturas e borracharias, que são passíveis ao criadouro do mosquito. Os riscos de transmissão da dengue aumentam no verão e o calor e as chuvas frequentes favorecem a reprodução do Aedes aegypti. O mosquito também é responsável pela transmissão da Chikungunya e pelo Zica Vírus.



A medida básica de prevenção é o combate ao mosquito transmissor. Medidas simples de combate aos focos podem ser adotadas, a exemplo de manter tampados caixas, tonéis e barris de água; colocar o lixo em sacos plásticos e lixeiras fechadas; não jogar lixo em terrenos baldios; sempre guardar garrafas com a boca para baixo; não deixar água da chuva acumulada sobre a laje; colocar areia em pratinhos de planta; cobrir pneus velhos; lavar vasos de planta com água e sabão toda semana.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta as pessoas que a qualquer sinal de febre, dor no corpo, dor no fundo dos olhos, manchas avermelhadas na pele, as pessoas devem procurar atendimento nos postos de saúde.

No ano de 2015 e no início de 2016 não foi registrado nenhum caso grave da doença em Floresta Azul. A presença do mosquito reforça a necessidade de mais atenção quanto aos cuidados necessários para evitá-los. O trabalho de prevenção a Dengue, Chikungunya e Zica Vírus é constante no município, sendo realizado durante todo o ano. O Programa Municipal de Combate as doenças cumpre uma rotina ininterrupta de controle do Aedes aegypti. De segunda à sexta-feira, agentes percorrem a cidade vistoriando casas e realizando palestras em escolas, igrejas e postos de saúde orientando a população.

A coordenadora do setor epidemiológico, Cláudia Rocha, explica que independente de casos de Dengue, Chikungunya e Zica Vírus, o município mantém ações de combate ao mosquito durante o ano inteiro. “Estamos fazendo a nossa parte. Mas cabe à comunidade se conscientizar. No momento em que um indivíduo não se responsabiliza, toda uma localidade pode estar em risco”, explica Cláudia.

Segundo o supervisor e laboratorista da Secretaria de Saúde de Floresta Azul, Arlindo Ramos, “tomar medidas preventivas é a melhor forma de combater o mosquito. Prevenir é sempre melhor que remediar. É importante avisar na Secretaria Municipal de Saúde locais propícios à criação e reprodução do mosquito transmissor da doença”, declarou Arlindo.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

GUERRERO ESPANTA JEJUM, MARCA DOIS E MENGÃO VENCE O GALO NA ESTRÉIA DA LIGA

  • GUERRERO VOLTA A DECIDIR
    Dois amistosos e seca até na disputa de pênalti. As atuações de Guerrero na pré-temporada não eram ruins - deu, por exemplo, um passe na medida para gol de Willian Arão -, mas pressionavam o camisa 9 do Flamengo. Parecia que nada iria mudar na estreia da Copa Sul-Minas-Rio, no Mineirão, após primeiro tempo bem superior do Galo. Mas com chute bonito de primeira, em jogada de Cirino, e depois finalização perfeita em jogada de Sheik, o peruano colocou o caô no seu lugar e levou o Fla à vitória. O resultado positivo - 2 a 0 diante de mais de 30 mil pessoas - contra o time de Diego Aguirre foi também a primeira vitória de Muricy Ramalho no comando técnico do Rubro-Negro. Os mineiros perderam duas oportunidades claras na primeira etapa e perderam força com a reação rubro-negra.

  • Com os três pontos somados, o Flamengo assumiu a liderança do Grupo C, já que América-MG e Figueirense se enfrentam nesta quinta-feira, no Independência, também em Belo Horizonte. O Atlético-MG volta logo a campo na Copa Rio-Sul-Minas. No dia 6 de fevereiro, o Galo enfrenta o Figueirense em Florianópolis. O time da Gávea só retorna a competição dia 17, diante do América-MG. O Flamengo tem o mando de campo, mas local da partida ainda está indefinido.
    As duas equipes estreiam nos estaduais no fim de semana. O Galo pega o Uberlândia no Parque do Sabiá, no domingo. O Flamengo recebe o Boavista em Edson Passos, neste sábado.
  • TEXTO: Globoesporte.com


SOLDADOS DA FSN VISTORIAM TRAJETO DA TOCHA OLÍMPICA EM FLORESTA AZUL

Texto: Ascom Floresta Azul – Foto: Imagem ilustrativa da Internet

A secretária de Educação de Floresta Azul, Sayonara Leão, recebeu ontem, terça-feira, 26, no prédio da Secretaria Municipal de Educação a visita de quatro integrantes da Força de Segurança Nacional (FSN) que estão vistoriando as cidades que receberão o Revezamento da Tocha Olímpica. Na oportunidade eles explicaram como será feito a segurança de todo o trajeto por onde a Tocha irá passar e como funcionará a segurança, que será feita pela FSN, Polícias Federal e Militar e a Guarda Municipal de Floresta Azul.



Em seguida o comboio com os quatro integrantes da FSN vistoriaram todo o trajeto por onde passará o Revezamento da Tocha Olímpica, em companhia da secretária Sayonara Leão, do Gerente de Infraestrutura, Plínio Oliveira e da funcionária Marla Lino dos Santos, que tiraram todas as dúvidas da FSN.

Floresta Azul faz parte das mais de 300 cidades brasileiras que receberão o Revezamento da Tocha Olímpica no mês de maio desse ano. A Tocha Olímpica passará em Floresta Azul no sábado, 21 de maio desse ano, e percorrerá toda a extensão da Avenida Raimundo Cardoso, no centro da cidade, e contará com segurança reforçada da Força de Segurança Nacional, Polícia Federal, Polícia Militar e Guarda Municipal.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

INSS ZERA, PELO QUINTO MÊS SEGUIDO, CAIXA DA PREFEITURA DE FLORESTA AZUL

Texto: Ascom Floresta Azul

A prefeitura de Floresta Azul amanheceu, pelo quinto mês seguido, com uma péssima notícia: além de ser uma das cidades baianas que menos arrecada no estado, o município tem sofrido com as constantes quedas de receitas e os sucessivos sequestros dos seus recursos, que são usados para pagamentos de dívidas adquiridas em gestões passadas.



A arrecadação do dia 10, que historicamente é a que equilibra as contas dos pequenos municípios brasileiros (já que grande parte da arrecadação do dia 20 é direcionada para o legislativo municipal), passou a ser um pesadelo para a prefeitura de Floresta Azul, que tem sofrido com as constantes quedas do Fundo de Participação dos Municípios – FPM e os descontos na fonte do INSS, que tem zerado o caixa do município nos últimos cinco meses. O INSS tem descontado mensalmente em média 15% da receita de Floresta Azul.

Prefeita Dra. Sandra

Segundo o site da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que entra na conta da prefeitura hoje (sexta-feira 8), terá uma redução de quase 13%, em comparação com o primeiro decêndio de janeiro de 2015, a transferência do Fundo teve redução expressiva em termos brutos e reais de 12,98%. Em outubro de 2015 a prefeitura de Floresta Azul mostrou um parecer técnico dessas constantes reduções e sequestros, onde mostra claramente que o governo tem feito com Floresta Azul o clássico exemplo do ‘dar com uma mão e tirar com a outra’, e o que se tira está sendo muito maior do que o dado, impossibilitando o gestor de administrar.

“Fica impossível administrar só com despesas. Como posso só pagar sem receber? Tenho tido o ‘caixa zerado’ todo dia 10 desde setembro do ano passado, além de quedas constantes do FPM. Esse mês foi de 12,98%, e para dificultar mais ainda o governo federal aumentou o salário de professores e o salário mínimo e não nos repassa esse aumento. O município tem sofrido com constantes quedas na receita,  aumento nas despesas e dívidas passadas que somos obrigados a pagar. Fica difícil administrar dessa forma”, disse a prefeita de Floresta Azul Dra. Sandra Cardoso.

sábado, 23 de janeiro de 2016

INFRAESTRUTURA DE FLORESTA AZUL FAZ OPERAÇÃO TAPA-BURACOS EM RUAS E AVENIDAS

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul | Infraestrutura

Pelo sétimo ano consecutivo a Prefeitura de Floresta Azul – “Nossa cidade para cuidar, sonhar e viver”- inicia o ano fazendo uma Operação Tapa-Buracos” pelas principais vias de acesso da cidade. Apesar da grave crise que passa o país, o que reflete diretamente nos pequenos municípios brasileiros, que sofrem com os consecutivos sequestros na receita municipal feito pelo INSS, Floresta Azul tem mantido sua rotina de serviços essenciais em todas as secretarias. A Gerência de Infraestrutura tem, na medida do possível, recuperado trechos de estradas vicinais (zona rural); recuperação de praças (pintura, iluminação e poda); retirada de entulhos; poda de todas as árvores existentes na cidade; reposição de lâmpadas nos postes; lavagem da Feira Livre e praças e recuperação dos jardins existentes na cidade.


Durante a última semana mais de dez reparos foram feitos em algumas ruas e, segundo o gerente de Infraestrutura, Plínio Oliveira, essa semana será dedicada à Avenida Raimundo Cardoso, em toda sua extensão: “Todo início de ano fazemos uma Operação Tapa-Buracos e muitas vezes corrigimos pontos de afundamentos que acontecem em decorrência da grande quantidade de veículos que passam principalmente na Avenida Raimundo Cardoso (trecho que liga Floresta Azul à cidade de Ibicaraí, via distrito da Saloméa). Essa semana vamos ‘catar’ todos os buracos da avenida e depois fazer as ruas do circuito da Tocha Olímpica. Mesmo com a crise nós não paramos de trabalhar”, disse Plínio.

PREFEITA SOLICITA DO ESTADO NOVO ASFALTO DA AVENIDA PARA PASSAGEM DA TOCHA OLÍMPICA

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul

A prefeita de Floresta Azul, Dra. Sandra Cardoso, enviou no dia 15 de dezembro de 2015 um ofício ao governador do Estado da Bahia, Rui Costa, solicitando o recapeamento asfáltico da Avenida Raimundo Silva Cardoso, que é a principal via do município com aproximadamente dois quilômetros de extensão, e que irá receber no mês de maio a passagem da Tocha Olímpica por toda sua extensão.

A Avenida Raimundo Silva Cardoso foi construída na década de 70, sendo até hoje a principal via da cidade, por onde passa diariamente centenas de veículos. A avenida encontra-se com sua malha asfáltica danificada e precisa ser recapeada, pois será o palco da passagem da Tocha Olímpica, evento que terá ampla divulgação da imprensa nacional e internacional, e que irá expor o município e o Estado da Bahia para o mundo. Segundo a prefeita, o recapeamento asfáltico é de extrema importância para a realização desse evento e espera do Governo do Estado o apoio necessário para realização dessa obra.



Ainda de acordo com a prefeita Dra. Sandra Cardoso, o seu governo está preparando um cronograma de atividades que pretende mobilizar toda a população para a passagem da Tocha Olímpica. Antecedendo esse evento, será realizado um Campeonato de Futsal, exibição de vídeos, distribuição de material impresso explicando a importância do momento histórico para o município, reuniões, encontros e diversas atividades que motivem os florestenses a irem para as ruas com entusiasmo. “Queremos que Floresta Azul abrace a ideia e faça uma festa memorável”, disse a prefeita Dra. Sandra.

A Tocha Rio 2016, que passará por Floresta Azul, carregará a mesma Chama Olímpica que será acesa na Grécia, dando continuidade a uma história de 2.900 anos, e desembarcará no Maracanã no dia 5 de agosto de 2016.

domingo, 17 de janeiro de 2016

BAIRRO VALENCINHA, EM FLORESTA AZUL, VAI GANHAR MODERNA UBS

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul | Saúde
A prefeitura de Floresta Azul, através da Secretaria Municipal de Saúde, se prepara para nos próximos meses entregar para a população florestense, e em especial para o bairro Valencinha, uma moderna Unidade Básica de Saúde (UBS). A nova unidade foi mais uma conquista da atual administração -via Governo Federal e Ministério da Saúde - e está sendo construída na rua São Luiz, onde existia um prédio em ruínas da antiga Lavanderia Central.

A obra teve início em outubro do ano passado com o processo de aterramento, fundação e atualmente em fase de levante de paredes. A área total construída será de 726 metros quadrados. A nova unidade custará R$ 397.000,00 e está sendo construída pela Construtora RELC, da cidade de Itacaré. De acordo com os responsáveis pela obra a previsão de entrega é para abril desse ano.
“Tenho orgulho de dizer que assumi Floresta Azul entre os municípios com piores índices de saúde do Estado. Dos 417 municípios baianos nós estávamos em 375º, e, após sete anos de muito trabalho, chegamos à posição 82º. São índices e ações que nos deixam felizes. Temos uma secretária de Saúde entre os 50 melhores do Brasil; construímos a Unidade Básica de Saúde (UBS) Pompilho Borges, no distrito de Coquinhos; entre outros avanços, reformamos e ampliamos a UBS Eduardo Bizarria Mamede, no centro da cidade, e agora estamos construindo essa nova UBS”, disse a prefeita Dra. Sandra Cardoso.

REINICIADA CONSTRUÇÃO DA QUADRA COBERTA EM FLORESTA AZUL

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul | Infraestrutura

Depois de alguns meses de paralisação a construtora Andrade e Rocha Construções e Serviços reiniciou, na última segunda-feira, 11, a construção da quadra coberta na antiga praça Lomanto Júnior, no centro de Floresta Azul. Depois de fazer a fundação, levantar todas as colunas de sustentação do telhado e as paredes dos vestiários, a obra foi paralisada. De acordo com os responsáveis pela construtora a paralisação foi devido ao atraso da segunda parcela de pagamento que deveria ser feita pela CEF, por sua vez o Governo Federal explica que mudou a forma de repasse e agora a construtora terá que concluir a quadra para receber o valor restante. Em uma reunião entre construtora e prefeitura as duas partes entraram em acordo e a obra foi retomada com previsão de entrega para os próximos meses.



A quadra coberta será um anexo do Grupo Escolar João Alves de Macêdo, que fica próximo à antiga praça. A obra é uma parceria da prefeitura com o Governo Federal, via Ministério da Educação – PAC 2 e tem custo da ordem de 510 mil reais. O prazo inicial de conclusão era de seis meses, como houve essa paralisação, ainda não existe uma data definida para a conclusão da obra, o certo é que a construtora precisará concluir a quadra para receber o restante.


“O problema é que até o ano passado o Governo Federal liberava o dinheiro por etapas. O procedimento mudou e agora é outro: a construtora precisa concluir a obra para receber tudo de uma vez. Conversamos com os proprietários da construtora Andrade e Rocha Construções e Serviços e eles entenderam e resolveram reiniciar a obra. Acredito que até o meio do ano a quadra esteja pronta”, disse a prefeita Dra. Sandra Cardoso.



FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE