PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

terça-feira, 31 de março de 2009

UMA CIDADE EM FESTA

Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu. Raimundo e Didi no meio da multidão, ao som do trio de Pimenta, atração dos anos setenta.

Desde a emancipação, foram realizadas grandes festas em Floresta Azul. O dia do aniversário era uma verdadeira micareta, nunca passava em branco. Várias obras eram entregues a população com desfiles cívicos, e apresentações de trios e bandas. Era comum também, comemorações em 7 de setembro, quando todas as escolas participavam, inclusive as particulares.

Assim surgiu o Abatedouro Municipal.

ABATEDOURO MUNICIPAL, UMA GRANDE E IMPORTANDE REALIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO DE RAIMUNDO CARDOSO, 1971 / 1972.

Em 1971, Floresta Azul teve a frente da administração, um homem de visão, preocupado com o futuro. O abatedouro municipal é uma prova das realizações que servem até hoje toda população.
O prefeito Raimundo Cardoso, acompanhava passo-a-passo todas as obras da sua gestão. Abaixo, aparece ao lado de Herquires, encarregado de obras nos anos de 1971/72.
Nesta foto, Raimundo, ancioso pelo final da obra, aparece acompanhado do vereador josé Oliveira Carvalho (Zizi).
A construção correu tudo como previsto, nenhum incidente registrado.

Aqui, a obra praticamente concluída, restando o acabamento.
O curral quase pronto, é vistoriado pelo prefeito e por alguns vereadores da época.
Enfim, o momento mais esperado - a inauguração - sentimento de dever cumprido. A população eufórica esteve presente num ato que seria cada vez mais comum naqueles dois anos (1971 e 1972).

Os primeiros prefeitos.


Após sua emancipação, Floresta Azul escolheu seu primeiro prefeito. Themistocles Alves de Matos, popularmente conhecido como "Teta". Tendo desempenhando um ótimo governo entre os anos de 1963 a 1966, Teta teve como sucessor Abdias Pedro dos Santos, o Didi que governou de 1967 a 1970, quando o então vereador Raimundo Silva Cardoso elegeu-se para um curtíssimo mandato de apenas dois anos, de 1971 a 1972. Raimundo alavancou o desenvolvimento de Floresta Azul e apresentou para sucedê-lo, Marcelino Guilherme Santana (Marcelo), entre 1973 e 1976. No final da administração de Marcelo, Raimundo Cardoso assumiu seu segundo mandato, agora de seis anos, de 1977 a 1982, período em que o município alcançou seu maior desenvolvimento.

Um pouco da história de Floresta Azul.

A origem do nome Floresta Azul, dado por Manoel Peloto ao imóvel adquirido por título em 1916, é bastante discutida. Uns afirmam ter sido o nome inspirado pela observação da mata fechada, enquanto outros o atribuem às baronesas em flor que cobriam o Rio Salgado. O certo é que Floresta Azul começou a surgir com a abertura da estrada Palestina - Itambé.
Mais tarde o povoado, que pertencia ao Município de Itabuna, foi elevado a condição de Distrito com a emancipação de Ibicaraí, em 1953.
Em 1962 teve início o processo de emancipação política, e a 23 de abril do mesmo ano foi sancionada a Lei 1686, pelo então Governador Juraçy Magalhães, elevando Floresta Azul à categoria de cidade.

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE