PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

PREFEITOS



JACONIAS (Vice) e DRA. SANDRA CARDOSO (prefeita reeleita).

A prefeita Dra. Sandra, DEM reelegeu-se, fato histórico na cidade  de Floresta Azul. Ela ganhou na maioria das seções, acumulando 122 votos de vantagem para o candidato derrotado Garrafão, que aliás, foi derrotado na eleição de  2008 por uma diferença de 400 votos.
A coligação foi formada por vários partidos e o vice prefeito atual é o ex vereador Jaconias (foto) do PMDB.
Dra. Sandra tem se destacado à frente da administração de Floresta Azul, por seguir uma linha empreendedora, muito parecida com a do seu pai Raimundo Silva Cardoso, prefeito por três vezes.



Dra. Sandra Maisa
Médica, formada pela Universidade Católica de Salvador em 1988. Foi Secretária Municipal de Saúde de Floresta Azul de 1997 a 2000, na administração de Raimundo Silva Cardoso, período em que foi muito atuante e decisiva para a conclusão e inauguração do Hospital Luís eduardo Magalhães.
Dra. Sandra tem um longo histórico de prestação de serviços à comunidade florestanse, principalmente a mais carente, ela nunca cobrou uma consulta médica aos moradores de Floresta Azul, inclusive sempre atendeu a todos sem olhar a preferência política, talvez por isso teve seu trabalho reconhecido e foi escolhida  candidata a prefeita pelo PFL para a eleição de 2000, pleito que entrou para a história quando perdeu por apenas seis votos.
Continuou trabalhando e na eleição seguinte, disputou novamente e foi eleita pelo DEM, derrotando Garrafão por quatrocentos votos de diferença. A atual prefeita da cidade está desempenhando um excelente trabalho, visto e reconhecido pelos moradores e visitantes de Floresta Azul.
Mantendo a saúde em pleno atendimento à população, educação de primeira qualidade, assistência social atuante, esporte para juventude, ruas e avenidas limpas, recuperando praças, pavimentando ruas e o mais importante, preocupada com a geração de renda, está em constante busca por investimentos e alternativas para o município.



Carlos Amilton Oliveira Santos, foi duas vezes prefeito de Floresta Azul de 1993 à 1996 e de 2005 a 2008.
Seus dois mandatos foram marcados por  escândalos e denúncias de corrupção, funcionário chegaram a ficar sem receber salários por mais de quinze meses, o suficiente para torná-lo um prefeito cassado pela justiça e derrotado pelo povo nas urnas.   Entre os anos de 2005 e 2008, Floresta Azul passou a ser manchete em jornais de todo país pelo escândalo dos empréstimos do Banco Matone.
Atualmente as pretensões políticas de Garrafão estão ameaçadas pelos embargos da justiça eleitoral e justiça comum. Diversas denúncias de irregularidades o impedem de se candidatar a qualquer cargo eletivo, além das denúncias de desvios de recursos e empréstimos irregulares no Banco Matone. Denúncias essas que estão sendo apuradas a quatro anos.


RAIMUNDO SALVIO 2001 A 2004.

Raimundo Salvio foi o décimo prefeito a governar Floresta Azul.
Seu mandato foi de 2001 até 2004.

Salvinho faleceu um ano após o término do seu mandato.


LIETE CARVALHO FARIAS 1989 A 1992.


Floresta Azul elegeu sua primeira prefeita em 1988.

LIETE CARVALHO FARIAS, governou de 1989 a 1992.






ANTONIO JOSÉ DO ROSÁRIO 1986 A 1988.

Antonio Goiaba, como é mais conhecido, foi prefeito de 1986 a 1988.
Vice na chapa de Zely Teixeira, Mineiro, eleito em 1982, Goiaba assumiu depois do seu falecimento.



ZELY TEIXEIRA DE CARVALHO 1983 A 1988.

Mais conhecido como Mineirão, conquistou a maioria dos votos numa eleição que ficou marcada na história de Floresta Azul.
Na época os partidos podiam lançar vários candidatos e o mais votado ainda somava os votos dos demais. E assim foi. Zely teve como companheiros de legenda Marcelo e Teixeirinha, do outro lado, Salvador Alves Batista, candidato da situação, PDS. E foi por pouco, Salvador sozinho conseguiu derrotar Mineirão e Teixeirinha, porém faltavam os votos de Marcelo, aí não teve jeito.
Zely foi eleito para um mandato de seis anos, só governou quatro. É que um trágico acidente tirou-lhe a vida, e o tornou o primeiro prefeito de Floresta Azul, com mandato em curso, a falecer.


MARCELINO GUILHERME SANTANA 1973 A 1976.

Marcelino Guilherme Santana teve como principal obra a construção da Praça Manoel Saturnino no centro de Floresta Azul.
Marcelo, como gostava de ser chamado, administrou Floresta Azul entre os anos de 1973 e 1976.





Raimundo Silva Cardoso, conquistou a simpatia dos florestenses com seu jeito meigo, com sua sinceridade e pela atenção dedicada aos mais carentes. isso lhe fez o vereador mais votado da história de Floresta Azul e mais três mandatos de prefeito, nos anos de 1971 à 1972, 1977 à 1982 e 1997 à 2000.
Nas três oportunidades em que governou Floresta Azul, Raimundo destacou-se pelo seu espírito empreendedor. Foi o responsável por inúmeras obras na cidade e no Distrito de Coquinhos, onde além da pavimentação de ruas, levou energia elétrica e água encanada em todas as residências.


ABDIAS PEDRO DOS SANTOS 1967 A 1970.

Abdias Pedro dos Santos, carinhosamente chamado de '' DIDI", foi o segundo prefeito eleito de Floresta Azul, administrando a cidade de 1967  à 1970.
Didi conseguiu ainda algo raro na carreira política, elegeu-se prefeito por duas cidades. Governou também a vizinha Ibicaraí.



THEMÍSTOCLES ALVES DE MATOS 1963 A 1966.

Teta Matos, como gostava de ser chamado, foi o primeiro prefeito de Floresta Azul, seu mandato foi de 1963 até a 1966.
Antes de ser eleito, teta administrou o povoado por doze anos.

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE