PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Inauguração da agência do BANEB


O prefeito Raimundo Silva Cardoso ao lado do Presidente do Banco Baneb, Dr. Clériston Andrade, na inauguração da agência bancária em Floresta Azul.

Em meados da década de setenta, a cidade de Floresta Azul estava em pleno desenvolvimento. O comércio surgia como grande força, além da crescente produção de cacau, muitas lojas foram surgindo, armazéns de compra de cacau, supermercados e faltava um banco. 
Foi quando a administração municipal cobrou do governo do estado a implantação de uma agência bancária para ajudar a promover o desenvolvimento na cidade. Em 1979, foi inauguraco o Banco do Estado da Bahia - Baneb, posteriormente adquirido pelo Bradesco. Na oportunidade esteve presente o Presidente da instituição Dr. Clériston Andrade, que morreu num acidente aéreo em 1982, em campanha para 
governo do estado.


Agência do Baneb em fase de acabamento.
Situada na esquina da Rua Elízia de Matos.
Inaugurada em 1979 pelo Dr. Clériston Andrade.

DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.


Houve um tempo em que as prefeituras não eram tão penalizadas com bloqueios de recursos para pagamentos de INSS, PASEP, FGTS, precatórios e outras dívidas, também era grande a parcela recebida de ICMS, além de outros fatores que mantinham a região com alto índice de emprego e distribuição de renda, a exemplo da grande produção de cacau.

A foto acima registra a distribuição de alimentos no prédio da Merendeira Municipal, na Rua Abdias Pedro dos Santos, no final dos anos setenta.
Nesse período, as prefeituras tinham maiores condições de trabalhar e assistir a população carente e na Semana Santa era comum distribuir além do Peixe, Arroz e Coco para a comunidade carente, inclusive da Zona Rural e Distrito de Coquinhos.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Construção do Hospital Maternidade uma realidade.

O prefeito Raimundo Cardoso sempre foi muito preocupado com questões básicas da administração pública como saúde, educação e assistência social, sempre buscou atender a população da melhor maneira e com visão futurista. Foi ele o prefeito que mais construiu salas de aula em nosso município, foi também o responsável pela implantação do segundo grau. 

Cardoso sempre sonhou com uma cidade capaz de atender às necessidades do seu povo com serviços básicos ao alcançe de todos.
A construção do Hospital Maternidade Luís Eduardo Magalhães teve início no final da sua gestão (1977/1982), a obra ficou praticamente pronta, restando apenas ao município adquirir os móveis e equipamentos, para que o mesmo pudesse funcionar.
 
Ao final do mandato de Raimundo Cardoso, Floresta Azul teve três eleições municipais e foram eleitos: Zely Teixeira e Antonio do Rosário, de 1983 a 1988, Liete Farias de 1989 a 1992 e Carlos Amilton de 1993 a 1996, e ao passar desses quatorze anos, nenhum deles foi capaz de concluir tão importante obra para a cidade, não tiveram a percepção da grandeza e da necessidade de ter um hospital no município. Pior ainda, deixaram que o tempo, o abandono e a ação de vândalos depredassem o patrimônio público, causando prejuízos para a cidade.
E foi com a volta de Raimundo Cardoso quatorze anos depois, em seu terceiro mandato, de 1997 a 2000, que a obra foi concluída.

Para que o Hospital fosse concluído, foram feitas várias exigências pelo Ministério da Saúde. A começar pela planta original que teve que ser ampliada. Foi necessário a desapropriação de imóveis vizinhos para que pudesse realizar o sonho. E assim foi feito e inaugurado em setembro de 2000, o que consideramos a maior e mais importante realização de um administrador de Floresta Azul.

Atualmente o hospital está fechado devido o descaso da administração de Carlos Amilton que não cumpriu os contratos com o Ministério da Saúde e o mesmo foi descredenciado pelo SUS. Para reabrí-lo será necessário o cumprimento de algumas exigências, o que provavelmente só ocorrerá em 2010.

Floresta Azul se transforma

A transformação da nossa cidade ocorreu em etapas e épocas diferentes. Ao conquistar sua emancipação em 1962, Floresta Azul não tinha uma única rua pavimentada, a energia era a motor movido a óleo diesel e tinha hora pra desligar. Aos poucos tudo foi melhorando, vários administradores passaram e deixaram sua contribuição.
Em seu segundo mandato, Raimundo Cardoso conseguiu asfaltar as principais Avenidas da cidade, a Almadina, que dá acesso a BR 415, e as avenidas Matos e Ibicaraí, que unificaram-se após votação unânime da Câmara de Vereadores e passaram a se chamar Avenida Raimundo Silva Cardoso.

Momento da aplicação do asfalto sobre a Avenida Raimundo Silva Cardoso.
Muita gente envolvida na pavimentação asfáltica. caminhões e máquinas trabalham sem parar.
Máquinas fazem a terraplanagem para aplicação do asfalto na Avenida.

Amorim deu sua contribuição.

O Deputado Federal José de Albuquerque Amorim, foi um dos raros políticos que a região conheceu e o povo de Floresta Azul soube reconhecer seu valor. Homem sério, honesto, trabalhador, com propriedade na Zona Rural do município, foi incansável na busca por recursos que ajudaram a erguer nossa cidade. Foi muito decisivo para que Raimundo Cardoso conseguisse adquirir uma Pá carregadeira, uma patrol e três Caminhões Basculantes, além de duas ambulâncias e um carro para o gabinete para a prefeitura da cidade entre os anos de 1977 a 1982.
Amorim sempre esteve preocupado em ajudar os pequenos municípios da sua região e por isso sempre foi querido por todos. Esteve presente em nossa cidade para participar das mais importantes conquistas.
Amorim nos deixou, mas sua família ainda tem propriedade em nosso município.

João Alfredo, um deputado atuante

Floresta Azul sempre foi bem representada dentro e fora dos seus limites territoriais. Seus administradores e seus deputados estaduais e federais, lutaram lado a lado e sempre contribuíram para o seu desenvolvimento.
O Deputado Estadual João Alfredo é um desses exemplos, estava sempre presente na região que representava e Floresta Azul sempre pode contar com seu importante apoio nas buscas por recursos decisivos para realização de obras em benefício da sua comunidade. Nesta foto, o Deputado João Alfredo aparece ao lado de vereadores e do prefeito Raimundo, em visita ao Distrito de Santa Terezinha, para anunciar a liberação dos recursos para pavimentação de ruas.

O PRIMEIRO MANDATO DE SEIS ANOS

O primeiro mandato dos dois de seis anos que a administração florestense presenciou foi de 1977 a 1982. Foram eleitos em novembro de 1976, Raimundo Silva Cardoso e Salvador Alves Batista, com 2.069 votos pela ARENA, para prefeito e vice respectivamente - Raimundo assumindo seu segundo mandato como prefeito, o primeiro de apenas dois anos ocorreu em 1971 / 1972 - e os nove vereadores eleitos para compor a Câmara Municipal foram:
WALTER DOS SANTOS MENEZES;
JOÃO BATISTA DE ALMEIDA;
JOSÉ OLIVEIRA CARVALHO;
JOÃO DE OLIVEIRA BARBOSA;
OSVALDO GREGÓRIO DOS SANTOS;
GERULINO BENIGNO PACHECO;
GESMARE MARIA DE JESUS;
ABDIAS FERREIRA DOS SANTOS;
JACY BORGES MOTA.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

CURIOSIDADES


Raimundo Cardoso participou da política florestense desde jovem, mesmo antes da emancipação. Elegeu-se vereador pela ARENA em 1967, com 349 votos, é a maior votação da história, até hoje, quarenta e dois anos depois, não foi alcançada. É também de Raimundo a vitória com maior diferença em uma eleição de prefeito na cidade de Floresta Azul, foi em 1970, quando derrotou seu oponente Salvador Batista, que futuramente seria seu aliado e vice-prefeito (1977 a 1982), com uma diferença de 912 votos. Nesta eleição ocorreu um fato muito curioso – Após a confirmação da derrota, Salvador foi abandonado por seus correligionários no Fórum de Ibicaraí, e o mesmo retornou a Floresta Azul no mesmo carro do prefeito eleito Raimundo Cardoso, o que os tornou grandes amigos.

OS PREFEITOS DE FLORESTA AZUL

A atual administração de Floresta Azul, comandada pela prefeita Dra.Sandra Maisa Balduino Cardoso Marcelino - médica - e pelo vice Edeilton Santana de Oliveira - comerciante, - é a 12º eleita por voto direto, ela será responsável pela histórica passagem do Cinquentenário da cidade que ocorrerá em 2012.
Nessas doze eleições, foram eleitos os seguintes prefeitos:
1º - 1963 / 1966: Temistocles Alves de Matos;
2º - 1967 / 1970: Abdias Pedro dos Santos;
3º - 1971 / 1972: Raimundo Silva Cardoso;
4º - 1973 / 1976: Marcelino Guilherme Santana;
5º - 1977 / 1982: Raimundo Silva Cardoso;
6º - 1983 / 1988: Zely Teixeira de Carvalho;(*)
7º - 1989 / 1992: Liete Carvalho de Farias;
8º - 1993 / 1996: Carlos Amilton Oliveira Santos;
9º - 1997 / 2000: Raimundo Silva Cardoso;
10º - 2001 / 2004: Raimundo Salvio;
11º - 2005 / 2008: Carlos Amilton Oliveira Santos;(**)
12º - 2009 / 2012: Sandra Maisa Balduino Cardoso Marcelino.


(*) Zely teve seu mandato drasticamente interrompido por um acidente automobilístico, tendo assumido seu vice Antonio José do Rosário.

(**)Em 2008, Carlos Amilton foi afastado por irregularidades, fraudes em licitações, desvio de dinheiro público e assumiu o seu vice Genivaldo Pereira dos Santos.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Pavimentação nos quatro cantos da cidade.

Travessa Silveira - Cruzamento da Rua da Bahia até a Rua Régis Pacheco.


Pavimentação beneficiou inúmeras ruas da cidade.















Travessa Júlio Pólvora - ligação com antiga praça da feira.

1977, ano de muitas realizações.

A Garagem Municipal foi inaugurada juntamente com a Rua Tiradentes nas comemorações de sete de setembro de 1977. Neste dia foi realizado um grandioso desfile pelas ruas de Floresta Azul. Momento da inauguração da Garagem Municipal. Estavam presentes várias autoridades: O prefeito Raimundo Cardoso, o Vice Salvador, os Vereadores Walter Menezes, José Oliveira Carvalho, professores, estudantes e a população.


Pavimentação da Rua Presidente Dutra e ao fundo a Garagem Municipal.

Beneficiamento da Rua Régis Pacheco

Trecho que dá acesso a Avenida principal.

Tão importante quanto as demais ruas, a Régis Pacheco também foi pavimentada na segunda administração do Prefeito Raimundo Cardoso.





Trecho conhecido como Rua Camacã.










Este trecho cruza com as Ruas São Sebastião e Tiradentes

Mais quatro Ruas pavimentadas.





Rua Osvaldo Cruz.










Rua Elizia de Matos.







Rua Edna Matos











Prolongamento da Rua da Bahia

Rua Cecílio Bruno



População florestense beneficiada com o maior pacote de obras já realizado. A pavimentação valorizou os imóveis e melhorou a qualidade de vida das pessoas.




Prefeitura investiu muito para realização desta obra.












Prolongamento da Rua Cecílio Bruno, muito melhor pra se viver.

Administração investe em saúde pública.

A administração da jovem Floresta Azul faz grande investimento para melhorar as condições de vida da população, além de melhorar o visual das ruas da cidade, as obras de saneamento básico melhoram os níveis de saúde pública.





Rua Centenário também recebe melhorias.










Obra: Saneamento e pavimentação da Rua Boa Sorte.

Pavimentação da Rua Artur Leite.







Saneamento básico e pavimentação









Rua Artur Leite

Pavimentação de Ruas e Avenidas


Quando Floresta Azul começou a se desenvolver, houve transformações consideráveis. A população deixou de pisar na lama e de andar às escuras, pois um grande número de Ruas recebeu saneamento básico, pavimentação e eletrificação no final dos anos setenta e início dos anos oitenta.
A Rua Tiradentes, uma das principais da cidade, que faz a ligação do Bairro Antônio D'Ângelo - parte alta - com o Centro - parte baixa, foi completamente saneada e pavimentada em 1977.
Hoje, pouca Ruas ainda encontram-se sem este benefício, pois foram abertas recentemente.





Rua Tiradentes - INAUGURADA EM SETEMBRO DE 1977.

VEREADORES ELEITOS EM 1970

Os Vereadores eleitos para o biênio 1971 / 1972, foram:

JAIME ALVES DE MATOS (Presidente);
JOSÉ OLIVEIRA CARVALHO (Vice-Presidente);
JOSÉ DÓREA (1º Secretário);
WALTER DOS SANTOS MENEZES;
JOSÉ ANDRÉ SILVA;
MARCELINO GUILHERME SANTANA;
ISAIAS CARDOSO ALVES;
JOSÉ DOMINGOS DOS SANTOS e
JOÃO BATISTA DE ALMEIDA.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Desfile Cívico - Uma tradição de Floresta Azul.

BANDA MARCIAL DE FLORESTA AZUL, 1978.O dia da Cidade de Floresta Azul era marcado por inúmeras inaugurações. Nas décadas de 70 e 80, a Cidade estava em pleno desenvolvimento, todos os anos tinha alguma obra pra inaugurar. Pavimentação, saneamento e eletrificação de ruas, construção de escolas na Zona Rural, Distrito de Coquinhos e na Sede do Município, entre outras.Tudo isso era marcado com um grande desfile, que contava com a participação das escolas municipais, estaduais e também das particulares, além das autoridades e da população locais e visitantes. O orgulho do município era sua Banda Marcial, onde ingressar era através de teste e seleção, pois muitos queriam fazer parte.



Além das comemorações do dia da cidade, em Floresta Azul também eram feitas outras comemorações importantes, a exemplo do Sete de Setembro, onde também acontecia um belíssimo desfile pelas principais ruas da cidade e o Natal.

O Desfile era acompanhado pelo povo,em todo percurso, as ruas ficavam tomadas formando um corredor por onde desfilavam professores, estudantes e autoridades.


quarta-feira, 8 de abril de 2009

ENCHENTES - PARTE DO PROBLEMA FOI RESOLVIDO.



Atualmente, apenas a parte central da cidade é protegida das enchentes. Grande parte das margens do Rio Salgado, principalmente a habitada, ainda espera ansiosa esta tão importante obra.





Uma importante realização do então prefeito Zely Teixeira, senão a mais importante de sua administração, foi a construção do cais de proteção.
Ao longo dos anos, Floresta Azul sofreu bastante com enchentes, algumas ganharam fama, a exemplo da que ocorreu no início dos anos 70. Várias famílias ficaram desabrigadas. O grande desafio de hoje é ampliar o cais que margeia o Rio Salgado, até a saída da cidade em direção a Ibicaraí.

A TRANSFORMAÇÃO DE FLORESTA AZUL

Entre os anos de 1977 e 1982, Floresta Azul passou por uma grande transformação, ganhou cara de cidade. Com a pavimentação asfáltica e iluminação da Avenida Almadina e da Avenida Raimundo Silva Cardoso. Nesse mesmo período várias ruas receberam iluminação elétrica e aproximadamente 20 ruas receberam saneamento e pavimentação – Rua Osvaldo Cruz, Rua Cecílio Bruno, Rua Centenário, Rua Regis Pacheco, Rua Artur Leite, Av. Raimundo Silva Cardoso (paralelas), Rua Tiradentes, Rua Professor Otávio Monteiro, entre outras.
Ganhou duas novas praças – Praça Antonio D’Ângelo e Praça Henrique Sampaio, o que a deixou muito melhor e mais bonita.





População da parta alta da cidade ganha uma moderna Praça.

Praça Henrique Sampaio

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Fotos Históricas de Floresta Azul

PRAÇA MANOEL SATURNINO, NO CORAÇÃO DA CIDADE


Construído na administração de Marcelino Guilherme Santana, o Jardim Encantado, como é conhecido, tornou-se a principal e mais bela praça da cidade. A mais procurada pelos casais apaixonados da cidade. Nos melhores tempos, a fonte jorrava, as crianças brincavam no parque e todos os visitantes faziam questão de fotografar com a bela paisagem.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

EDUCAÇÃO RECEBEU GRANDES INVESTIMETOS

Momento da inauguração do Grupo Escolar Pompílio Silveira Floresta Azul sempre enfrentou grandes dificuldades para se firmar como cidade independente. Na área de educação foram feitos vários investimentos para contratação de pessoal, distribuição da merenda escolar e construção de escolas na Sede e em toda Zona Rural. Entre os anos de 1977 e 1982, o município mantinha sob contrato, 60 professores primários, sendo 32 na Zona Rural e 28 no perímetro urbano.
Na Sede e na Zona Rural, o prefeito Raimundo Cardoso construiu várias escolas, no Km 17 o Prédio Escolar Gregório Santos, a Escola Pedro Alves de Matos na Região do Manoelzinho, Escola Paulino Marques no Km 21, Escola José da Silva Cardoso no Ribeirão do Saloméia, Escola Maria Oliveira Guedes na Região da Barra Nova, Grupo Escolar Pompílio Silveira, entre outras.
Também eram mantidos pela prefeitura, 150 alunos bolsistas no Centro Educacional João Alves de Macedo.
Nesse mesmo período, todos os estudantes da rede pública recebiam do prefeito os livros e fardamento.

ILUMINAÇÃO A VAPOR DE MERCÚRIO

A Av. Raimundo Silva Cardoso ganhou uma moderna iluminação. No final da década de 70 e início dos anos oitenta, a cidade vivenciou seu melhor momento, as mais importantes obras foram feitas e ainda hoje beneficiam toda populaçao. A moderna iluminação a vapor de mercurio deu um nova cara a principal avenida a cidade, muito diferente de quando a luz na cidade tinha hora pra desligar.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

A ECONOMIA DE FLORESTA AZUL NOS ANOS 80.

AGÊNCIA DO BANEB.
No início dos anos oitenta, a economia de Floresta Azul, girava em torno da agricultura e da pecuária. Existiam na época, 430 empresas rurais cadastradas pelo INCRA. A agricultura era a principal atividade econômica do município, a produção de cacau era invejável, estimada em 350.000 arrobas ano. A pecuária bovina, preferência dos criadores, era a segunda opção, com um rebanho estimado em 16.000 cabeças. O comércio estava em fase de desenvolvimento, existiam poucas lojas, armazéns de compras de cacau, principal produto e o Banco do estado - Baneb - era responsável pela sustentação creditícia, participava ativamente da econômica municipal.

FAZENDA BARRA DO CEDRO

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE