PESSOAS QUE ACOMPANHAM E CURTEM ESSA HISTÓRIA

C O M P A R T I L H E

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

VEREADOR É CONTRA CONSTRUÇÃO DA QUADRA COBERTA NA PRAÇA LOMANTO JÚNIOR

Texto e fotos: Ascom Floresta Azul

Aconteceu na noite de segunda-feira, 24, às 19:30 horas, sessão no plenário da Câmara de Vereadores de Floresta Azul, com a presença dos nove vereadores: Márcio Soares de Souza (Márcio de Congá), Gutemberg Cardoso Marciel (Guga), Pedro Alves Pereira (Pedro da Sulba), Jerônimo Santos Paiva, Joesdras Nascimento Cardoso (Jorginho da Saúde), Iraíldes Maria dos Santos (Irá), Ubiratan Batista de Oliveira (Nego Neni), Adson Oliveira Reis (Adhão) e Ednaldo Souza Barbosa, (Gordo). Estiveram presentes também a Secretária de Assistência Social, Eliana Alcântara; o Gerente Municipal de Convênios da Prefeitura de Floresta Azul, Hudson Batista de Oliveira; o Gerente de Esportes, Waldemar Sodré; o Gerente de Infraestrutura, Plínio Oliveira; além de Romilso Ferreira, diretor da Nossa Consultoria e o Engenheiro Civil da prefeitura de Floresta Azul, Adebaldo Rodrigues dos Santos e um grande público presente para discussão do local da construção da quadra coberta.
 

Na pauta do dia foi colocado em votação os projetos de lei 04, 05, 06 e 011|2014, além da discussão sobre a implantação da quadra coberta que será anexo do Grupo Escolar João Alves de Macêdo, na Praça Lomanto Júnior, no centro de Floresta Azul.
A presença do engenheiro Adebaldo Rodrigues, do diretor da Nossa Consultoria Romilso e do funcionário da prefeitura Hudson Oliveira, foi para apresentar o projeto e dar explicações aos vereadores e a comunidade em geral. O vereador Gordo por sua vez discordou da construção da quadra no local. De acordo com o edil não é justo construir um patrimônio público destruindo outro. Para Gordo a praça é um patrimônio do povo de Floresta Azul, que será substituída com a construção da quadra coberta. O edil deixou claro o seu descontentamento com o atual local da edificação e avisou que está com 300 assinaturas e entrará com ação no Ministério Público (MP) para embargar a obra.
 

APROVAÇÃO
 

Diferente da opinião do vereador Gordo, os demais edis concordam com a chegada da quadra coberta e ficaram encantados com o projeto de reaproveitamento e a modernização do espaço da praça, que para quase todos os presentes é subutilizado em boa parte do ano. O vereador Guga deixou claro que o momento das divergências foi meses atrás naquela mesma Casa, quando houve uma Audiência Pública para tratar do assunto. Para Guga, é inadmissível que o município perca mais essa obra: "Já perdemos demais. Essa é a hora de Floresta Azul somar e não subtrair. Precisamos nos unir para não perdermos essa quadra como perdemos a Creche Modelo", disse Guga. O grande público presente mais uma vez aprovou a construção da quadra na suposta praça e discordou fervorosamente do vereador Ednaldo (Gordo).
 


QUADRA COBERTA
 

A quadra poliesportiva coberta foi uma conquista da atual gestão que contratou uma empresa (Nossa Consultoria) para captar recursos e convênios junto ao Governo Federal. A Nossa, por sua vez, conseguiu esse recurso, no valor de 510 mil reais, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) - PAC2. A quadra terá área construída de 980,40 m2 e o terreno precisa ter dimensões mínimas de 44x32, totalizando 1.408m2. Na parte externa haverá no novo projeto um parque infantil com 82 m2; passeio público com 292,52m2; Estacionamento com 168,22m2; Pista de Cooper com 259,80m2; Área verde de 530,01m2, além de 906,86 m2 de piso intertravado claro e 304,41m2 de piso intertravado escuro.
 


"Como só conseguimos essa área no município e o local está pronto para receber a nova edificação, a gestora Dra. Sandra Cardoso pediu ao engenheiro Adebaldo Rodrigues um projeto de todo o espaço. O Governo Federal só disponibiliza a quadra coberta, que conta com arquibancadas, palco e banheiros. Toda a estrutura externa ficará por conta da prefeitura. Vale lembrar que a Nossa Consultoria só agilizou o convênio, a obra ficará por conta da Andrade e Rocha Construções e Serviços ME, de propriedade de Wellington Brasil, e tem como engenheiro responsável Marcos Telles. É preciso dizer também que houve uma Audiência Pública no dia 21 de maio, às 20:00 horas, aqui mesmo no plenário da Câmara de Vereadores e alguns edis não se fizeram presentes para contestar o local. Não temos tempo hábil para mais mudanças, se não for nesse local Floresta Azul perderá essa quadra", disse Romilso.

AVALIAÇÃO TÉCNICA
Em sua explanação o engenheiro civil da prefeitura, Adebaldo Rodrigues, deixou claro que a nova quadra atenderá as seguintes atividades esportivas: Futsal, Basquetebol, Voleibol, Handebol, além de Palestras, Formatura, Cultos Evangélicos e Shows Culturais entre outras coisas. A quadra será um anexo e precisa ser gerida por uma escola, e a escolhida foi a Grupo Escolar João Alves de Macêdo. A quadra precisa estar em um raio de 500 metros da mesma escola. O município precisa disponibilizar o terreno terraplanado e com um mínimo de infraestrutura. Aderbal ainda disse que foi feito um estudo em todo o município e a única área que se enquadra às exigências pedidas pelo Governo Federal é a área da Praça Lomanto Júnior. "A praça é subutilizada durante quase todo o ano e a localização e o pequeno custo de adequação do espaço nos possibilitou o projeto de urbanismo e melhorias, modernizando e reaproveitando o seu espaço ocioso com um parque infantil, pista para caminhada, aparelhos para musculação, jardins entre outros benefícios", disse o engenheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

faça comentários, críticas, elogios e/ou sugestões. Este site não publica ofensas

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA DA CIDADE

FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL
MAPA TERRITORIAL

Mapa das Torcidas

PARTICIPE